Edições

DIÁRIO DE NOTÍCIAS

2016

O DIÁRIO DE NOTÍCIAS (DN) é um jornal centenário que não para de se reinventar, sempre como uma fonte de informação independente e plural, que disponibiliza a informação em plataforma digital e em papel. Uma referência na informação, com 2,5 milhões de utilizadores únicos, 10,5 milhões de visitas e 21,3 milhões de páginas vistas na versão digital, sendo que a sua versão em papel é lida por quase 153 mil pessoas.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS
valores da marca

O DIÁRIO DE NOTÍCIAS de hoje é baseado numa cuidadosa e ponderada edição, na escolha de um rumo. Estabelece critérios de importância, procura separar o essencial do acessório e é movido por isso: investiga os assuntos e não os larga até que se esclareçam e se esgotem, ficando assim mais próximo da sua história e da sua matriz, trazendo ao leitor a notícia com mais atenção, valorizando-a com opinião e análise de qualidade, não só sobre o País, mas também sobre o Mundo.

O DN chega às bancas, diariamente, como um produto graficamente refinado, sóbrio e que faz chegar a notícia ao Mundo das mais diversas formas, através da edição em papel, do site, via telemóvel ou iPad, estando assim mais próximo, mais presente, mais envolvido com a comunidade. No essencial, mantém-se na direção pretendida: um jornal de qualidade e exigente, que está cada vez mais atento.

O DN passou por fases de mudança nos últimos anos, mas manteve sempre a sua essência e a diretriz do seu trabalho diário: o leitor.

O DIÁRIO DE NOTÍCIAS é um jornal diário generalista que pertence ao grupo Global Media Group. Da Direção Editorial fazem parte Paulo Baldaia, diretor, Paulo Tavares, diretor adjunto, Joana Petiz e Leonídio Paulo Ferreira como sub-diretores e Pedro Fernandes como diretor de arte.

O DN é uma referência no jornalismo, assente em quatro linhas orientadoras: o Rigor – assente no jornalismo criterioso, cuidado, realista e verdadeiro, que procura cimentar informação com base na investigação jornalística fidedigna e no relato de histórias reais do mundo em que vivemos; a Qualidade – é um jornal presente na História do País e da sociedade, que desde a sua fundação garante um serviço público de excelência e rigor; a Isenção – numa realidade em que cada vez mais os órgãos de comunicação social se encontram sob o fogo cruzado de lobbies e pressões, o DN mantém-se alheio a quaisquer interferências que possam fazer perigar o conteúdo fidedigno das suas publicações; e por último, a Credibilidade – uma assinatura secular, uma marca gravada no tempo mas atenta ao futuro, reconhecida pelos que hoje e sempre fizeram e fazem do DN o seu jornal diário de referência, atravessando gerações ao longo de 152 anos.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS
sabia que?

• O DIÁRIO DE NOTÍCIAS é um marco de inovação: criou a profissão de ardina em Portugal; foi responsável pela introdução no País da Linotype, uma máquina de impressão em série; em 1921 lançou uma edição semanal em francês; e, mais recentemente, foi o primeiro jornal centenário, em Portugal, a ter uma versão digital.

• O Mistério da Estrada de Sintra, escrito por Eça de Queirós e Ramalho Ortigão, foi impresso no DIÁRIO DE NOTÍCIAS, entre 24 de julho e 27 de setembro de 1870, em formato de folhetim. A 10 de junho de 1880, Os Lusíadas tiveram a sua primeira grande edição pelas mãos do DN. O Jornal ofereceu 30 mil exemplares deste poema épico aos leitores e às escolas do País.

• Entre 1934 e 1940, Almada Negreiros pintou os frescos da sede do DIÁRIO DE NOTÍCIAS, na Avenida da Liberdade.

• O DN noticiou a queda da Monarquia e a Implantação da República em Portugal, a Primeira Guerra Mundial, o golpe militar de 28 de Maio de 1926 e a chegada do Estado Novo, a Segunda Guerra Mundial, o 25 de Abril de 1974, o PREC e a adesão de Portugal à União Europeia.

TIAGO SENNA
TIAGO SENNA

Direção de Coordenação Institucional, Corporativa e Comunicação

contactos