Edições

DIÁRIO DE NOTÍCIAS

2017

O DIÁRIO DE NOTÍCIAS (DN) é um jornal centenário que não para de se reinventar, sempre como uma fonte de informação independente e plural, que disponibiliza a informação em plataforma digital e em papel. Uma referência na informação, com 2,5 milhões de utilizadores únicos, 10,5 milhões de visitas e 21,3 milhões de páginas vistas na versão digital, sendo que a sua versão em papel é lida por quase 153 mil pessoas.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS
valores da marca

Com 153 anos de história e sendo uma referência no jornalismo português, o DIÁRIO DE NOTÍCIAS pauta-se pelo seu rigor, qualidade, isenção e credibilidade.
O Rigor está assente no seu jornalismo criterioso, cuidado, realista e verdadeiro, que procura cimentar a informação com base na investigação jornalística fidedigna e no relato de histórias vivas do mundo em que vivemos.
É um jornal presente na História do país e da sociedade que garante, desde a sua fundação, um serviço público de excelência e rigor, o que torna inquestionável a sua Qualidade.
A sua Isenção destaca-se numa realidade em que cada vez mais os órgãos de comunicação social se encontram sob o fogo cruzado dos lobbies e das pressões. O DN mantém-se alheio a quaisquer interferências externas ou internas, que possam perigar o conteúdo fidedigno das suas publicações.
Uma assinatura secular, uma marca gravada no tempo mas atenta ao futuro, é sinónimo de Credibilidade. É a consciência dos que hoje, e sempre, fazem e fizeram do DN o seu jornal diário de referência, atravessando gerações, ao longo de 153 anos.

produtos e desenvolvimentos futuros

Um DIÁRIO DE NOTÍCIAS renovado está na banca desde 1 de janeiro de 2017, com mais opinião, mais entrevistas, mais reportagens, mais investigação, mais notícias e mais suplementos.
Uma mudança que é bastante visível desde logo é a primeira página quando a Marca DIÁRIO DE NOTÍCIAS se transforma em DN aproximando-se da Marca digital – dn.pt – para dar mais destaque aos conteúdos especiais que irão preencher as páginas do jornal.
Com o objetivo de garantir aos leitores do DIÁRIO DE NOTÍCIAS a melhor opinião, acrescentou-se um espaço diário na página 2 do jornal, que conta com um painel de colunistas de referência como António Barreto, Daniel Proença de Carvalho, Maria de Lurdes Rodrigues, Nuno Garoupa, Vítor Bento, Wolfgang Munchau e outras reconhecidas personalidades.
O DN de sábado foi ainda reforçado com um caderno Mais Artes, onde são abordadas as últimas novidades culturais desde cinema, arquitetura, música, teatro e literatura. Na edição de domingo existe em 2017 mais uma novidade, com o caderno Mais Desporto, que vai muito além do que é comum encontrar nas secções de desporto, com reportagens e notícias de todas as modalidades desportivas que encerra com a habitual crónica de António Tadeia. Fazem ainda parte do ADN do DIÁRIO DE NOTÍCIAS: o DN Classificados, todos os dias em papel e online; a revista Evasões, à sexta--feira; o Dinheiro Vivo, ao sábado; e a revista Notícias Magazine, ao domingo.

mercado

Com mais de 150 anos no mercado nacional, o DIÁRIO DE NOTÍCIAS continua a levar a informação de forma rigorosa, isenta e com qualidade e credibilidade, sendo lido por quase 335 mil pessoas, de acordo com o estudo Bareme Imprensa da Marktest. Em 2017, o DIÁRIO DE NOTÍCIAS apostou no digital e os resultados são bastante positivos, tendo alcançado a liderança no segmento de informação de referência, com 116,8M de visitas e 391M de páginas vistas – fonte Netscope de janeiro a setembro de 2017.
Ao sábado, o DIÁRIO DE NOTÍCIAS aposta no Dinheiro Vivo, suplemento de economia que, com mais de 250 mil leitores por semana, é uma das maiores publicações económicas do país.
A revista Evasões e o Notícias Magazine, que fazem parte do ADN do DIÁRIO DE NOTÍCIAS, são lidas por 367mil e 427mil leitores, respetivamente.

COMUNICAÇÃO

Ao longo dos 153 anos de existência, o DIÁRIO DE NOTÍCIAS procurou sempre estar próximo dos seus leitores, não só dando a conhecer os grandes e pequenos acontecimentos do país e do mundo, como procurando reinventar-se para estar enquadrado naquilo que são as necessidades do seu público. Exemplo claro desta preocupação é a sua presença digital, que em 2017 superou os seus concorrentes no segmento de informação de referência.
dn.pt é um site de informação que oferece uma nova experiência de leitura. Construído a pensar na necessidade de informar o leitor com rapidez e de colocar em destaque os últimos acontecimentos, está dividido em blocos temáticos e dinâmicos, cuja disposição se altera consoante a relevância de cada um. dn.pt esteve sempre na vanguarda da era digital, continuando a procurar soluções inovadoras para oferecer propostas diferenciadoras aos seus leitores.

vantagens competitivas

Ao longo da sua história, o DN tem acumulado vários prémios internacionais. O site DN foi distinguido com o Prémio FWA 2011 para site, mobile a aplicações iPhone/iPod e com o Prémio Meios & Publicidade Design 2009, na categoria de Design Editorial, que elegeu o site do DIÁRIO DE NOTÍCIAS como o Melhor Site de Informação.
Na categoria de Mobile os prémios multiplicaram-se: Prémio The Mobi Award 2011, na categoria de Best Mobile App for Editorial Content para a App iPad;  Prémio FWA 2011,  para site, mobile e aplicações iPhone/iPad; Prémio Sapo 2011 (Bronze), na categoria Media e Educação; e Prémio Meios & Publicidade Design 2012, na categoria aplicação para tablet.
Também na categoria Imprensa o DN somou distinções: a SND/The Society for Newspaper Design atribuiu 34 prémios ao DN, na categoria The Best of Newspaper Design, entre 1992 e 2006; nos European Newspaper Design Award, o galardão Europe's Best Designed Newspaper Awards of Excellence foi ganho 38 vezes pelo DN, entre 1999 e 2008; The Society for Newspaper Design, na categoria Capítulo Espanhol, atribuiu 36 prémios ao jornal, entre 2004 e 2012; foi distinguido pelos Prémios ÑH, na categoria Lo Mejor del Diseño Periodístico de España e Portugal, em 2004, 2005, 2006 e 2012; e venceu os Prémios Meios e Publicidade, na categoria Design Editorial, em 2016.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS
sabia que?

• O DIÁRIO DE NOTÍCIAS é um marco de inovação: criou a profissão de ardina em Portugal; foi responsável pela introdução no País da Linotype, uma máquina de impressão em série; em 1921 lançou uma edição semanal em francês; e, mais recentemente, foi o primeiro jornal centenário, em Portugal, a ter uma versão digital.

• O Mistério da Estrada de Sintra, escrito por Eça de Queirós e Ramalho Ortigão, foi impresso no DIÁRIO DE NOTÍCIAS, entre 24 de julho e 27 de setembro de 1870, em formato de folhetim. A 10 de junho de 1880, Os Lusíadas tiveram a sua primeira grande edição pelas mãos do DN. O Jornal ofereceu 30 mil exemplares deste poema épico aos leitores e às escolas do País.

• Entre 1934 e 1940, Almada Negreiros pintou os frescos da sede do DIÁRIO DE NOTÍCIAS, na Avenida da Liberdade.

• O DN noticiou a queda da Monarquia e a Implantação da República em Portugal, a Primeira Guerra Mundial, o golpe militar de 28 de Maio de 1926 e a chegada do Estado Novo, a Segunda Guerra Mundial, o 25 de Abril de 1974, o PREC e a adesão de Portugal à União Europeia.

TIAGO SENNA
TIAGO SENNA

Direção de Coordenação Institucional, Corporativa e Comunicação

contactos