Edições

CARTUXA

2017

A Marca CARTUXA é um dos principais ativos da Fundação Eugénio de Almeida e a Marca “umbrela” da Adega CARTUXA, do Lagar CARTUXA, do Enoturismo CARTUXA e da Enoteca CARTUXA. A insígnia CARTUXA traduz a identidade dos vinhos Vinea CARTUXA, EA, CARTUXA, Scala Coeli e do mítico Pêra-Manca. Os azeites Álamos, EA e CARTUXA são também sinónimos de qualidade.

CARTUXA
valores da marca

Excelência, qualidade e individualidade – num estilo muito próprio que marca a diferença e define um clássico do Alentejo – são as caraterísticas fundamentais que distinguem a Marca CARTUXA. São também estes os valores que o público e o consumidor reconhecem a esta Marca. A sua força e a confiança que o consumidor deposita nela, fazem com que haja uma grande fidelização e um crescimento contínuo e sustentável. O vinho, o azeite, o Enoturismo e a Enoteca, traduzem igualmente estes valores fundamentais.

produtos e desenvolvimentos futuros

A insígnia CARTUXA é o símbolo da identidade dos vinhos Pêra-Manca, Scala Coeli, CARTUXA, EA e Vinea CARTUXA. Pêra-Manca é o vinho topo de gama da Adega CARTUXA, lançado apenas em anos excecionais, com uma produção limitada. Já o Scala Coeli resulta das melhores vinificações de cada ano, de castas menos tradicionais no Alentejo. Sob a Marca CARTUXA, a Fundação produz ainda tinto reserva, tinto colheita, branco e os espumantes. Os vinhos EA que complementam o portfólio da Marca, nas versões branco, rosé, tinto colheita e tinto reserva, são vinhos jovens e fáceis de beber. A esta família juntam-se ainda os EA biológicos, branco e tinto. Para o dia-a-dia e ocasiões mais informais, a proposta da Adega CARTUXA vai para o Vinea CARTUXA.
Os vinhos produzidos na Adega CARTUXA
são um caso de sucesso e o mesmo acontece com os seus azeites de elevada qualidade,
da Marca EA e CARTUXA.
Com uma qualidade, consistência, caráter e prestígio reconhecidos pelo consumidor, a força da Marca está na sua credibilidade. Um património que tem vindo a ser reforçado com a abertura ao público de novos espaços, como o Enoturismo CARTUXA, primeiro a Enoteca CARTUXA e a Cafetaria do Páteo de São Miguel, mais recentemente.
O Enoturismo CARTUXA situa-se a dez minutos do centro de Évora e ali é possível fazer uma viagem no tempo, conhecer a história do lugar e apurar os sentidos ao fazer uma prova de vinho e azeite. É também aqui o centro de estágios dos vinhos premium da Adega CARTUXA está instalado na Quinta de Valbom, com 60 hectares de vinha em modo de produção biológica, é já um ícone na história vinícola do Alentejo. Na sua loja é possível encontrar as diferentes referências de vinho e azeite, bem como o presunto de porco preto e enchidos que têm origem nos montados da Fundação Eugénio de Almeida.  Em pleno centro histórico, encontra-se ainda a Enoteca CARTUXA, que recria o ambiente de uma taberna numa envolvente contemporânea e informal. Neste espaço de eleição, faz-se a perfeita harmonização entre os vinhos da Adega CARTUXA e a cozinha alentejana recriada à luz dos conceitos gastronómicos mais atuais.

mercado

Os vinhos e os azeites da Fundação Eugénio de Almeida são comercializados em Portugal e no estrangeiro – Brasil, Angola e Estados Unidos da América são os principais mercados de exportação.

COMUNICAÇÃO

m 2016, a Adega da CARTUXA e os vinhos EA inspiraram vários artistas a criarem as suas peças. “E se EA fosse uma música? E se EA fosse um poema? E se EA fosse uma dança?
E se EA fosse uma fotografia? E se EA fosse uma pintura?” – Dead Combo, Matilde Campilho, Né Barros, Luís Mileu e Pantónio responderam e o resultado ficou à vista, à escuta e à flor da pele.
Já este ano, os vinhos EA debruçam-se, maioritariamente, sobre a música contemporânea portuguesa, através das EA LIVE Sessions. Dirigidas à comunidade digital, as EA LIVE Sessions inspiram os quatro cantos da Internet com 24 sessões, 24 bandas, 24 entrevistas exclusivas e 100 músicas ao vivo, todas as quintas-feiras, de 15 de junho de 2017 a 3 de maio de 2018. Além das EA LIVE Sessions, a Cafetaria do Páteo de São Miguel, em Évora, tornou-se numa  sala de espetáculo onde se pode assistir a concertos do EA LIVE Évora, durante os meses de verão.

vantagens competitivas

A vinha, com cerca de 450 ha em produção, é o principal ativo agrícola da Fundação Eugénio de Almeida e uma vantagem competitiva inquestionável da Marca, sendo que a excelência do seu vinho continua a ser reconhecida nacional e internacionalmente.
No Concours Mondial de Bruxelles 2017, os vinhos EA Tinto Reserva 2015 e o CARTUXA Tinto Colheita 2013 viram a sua qualidade reconhecida com a atribuição de duas medalhas de ouro. O Pêra-Manca Branco 2014 recebeu 95 pontos da revista americana Wine Enthusiast e entrou, também, na restrita lista dos 100 melhores vinhos recomendados pelos seus críticos. Na edição de 2017 da Decanter Asia Wine Awards, que decorreu em Hong Kong, o vinho EA Tinto Reserva 2015 recebeu a medalha de Platina, um dos mais altos galardões do concurso, para a categoria de melhor vinho tinto português em prova (Best Red Portugal) e o EA Branco 2016 foi distinguido com uma medalha de prata. No International Wine & Spirit Competition, que decorreu em Londres, foram atribuídas medalhas de bronze aos vinhos EA Tinto Reserva 2015 e CARTUXA Colheita Branco 2015 e medalhas de prata aos vinhos CARTUXA Colheita Tinto 2013 e CARTUXA Reserva Tinto 2013. O Concurso de Vinhos de Portugal, edição 2017, atribuiu uma medalha de prata ao vinho CARTUXA Tinto Colheita 2013.
Por sua vez, o azeite Virgem Extra CARTUXA, foi premiado com uma estrela no Great Taste Awards 2017, que reuniu mais de 500 especialistas de todo o mundo. Ali foram validados, numa prova cega, mais de 12 mil produtos alimentares, tendo sido premiados apenas pouco mais de 4 mil, a nível mundial.
Os espumantes CARTUXA também foram distinguidos a nível mundial. O CARTUXA Bruto 2010 e CARTUXA Bruto Rosé 2013 receberam Medalha de Prata e foram selecionados para a restrita lista dos 50 grandes espumantes do mundo. Estas distinções foram atribuídas pela Wine Pleasures.

CARTUXA
sabia que?

A Fundação Eugénio de Almeida é uma instituição de direito privado e utilidade pública, sediada em Évora. Os seus Estatutos foram redigidos por Vasco Maria Eugénio de Almeida, que a criou em 1963. A primeira fase da vida da Fundação foi marcada pela personalidade desse grande mecenas e filantropo, que assegurou a direção efetiva da Instituição até à sua morte, em 1975. A vocação Institucional da Fundação Eugénio de Almeida concretiza-se nos domínios cultural e educativo, social e espiritual visando o desenvolvimento humano pleno, integral e sustentável, com especial incidência na região de Évora.

O Pêra-Manca tinto tem uma edição limitada. Da colheita de 2011 apenas foram engarrafadas 31 mil garrafas. Com esta colheita foi introduzido um selo que garante a autenticidade do vinho.

O Enoturismo CARTUXA, localizado na Quinta de Valbom, com 60 hectares de vinha em modo de produção biológica, localiza-se numa adega do século XVIII. É nos antigos refeitórios dos monges Cartuxos que estagiam os vinhos de topo em grandes tonéis de madeira de carvalho.

Reforçando a estratégia da promoção da cidade de Évora e do Alentejo, a Fundação Eugénio de Almeida inaugurou em 2016 uma Enoteca – a Enoteca CARTUXA - onde se faz a perfeita harmonização entre os vinhos da Adega CARTUXA e a gastronomia alentejana. Na loja da Enoteca CARTUXA encontram-se os azeites do Lagar CARTUXA - EA, Álamos e CARTUXA – os vinhos da Adega CARTUXA, mas também presuntos e enchidos que têm origem nos montados da Fundação Eugénio de Almeida.

Conselho Executivo da Fundação Eugénio de Almeida
Conselho Executivo da Fundação Eugénio de Almeida

Conselho Executivo da Fundação Eugénio de Almeida

contactos

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos ao seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.