Edições

CARTUXA

2019

Assente numa tradição secular, a Marca CARTUXA tem o seu espaço conquistado com vários projetos que vão muito para além dos seus vinhos. Com apostas firmes na área das artes e da cultura, a Adega CARTUXA quer deixar o legado de que a “A inspiração bebe-se”. Acreditando que as suas Marcas não se devem auto elogiar, convida as pessoas a fazê-lo.

CARTUXA
valores da marca

Qualidade, identidade, tradição e modernidade são os valores distintivos que tornam as Marcas da Fundação Eugénio de Almeida amplamente reconhecidas nos mercados nacionais e internacionais.
A Marca CARTUXA enraíza o seu carácter único no território geográfico alentejano e numa cultura institucional e produtiva assente nos valores do trabalho, da qualificação humana e tecnológica, da inovação e do desenvolvimento sustentável. A Fundação Eugénio de Almeida tem, por isso, em todo o seu projeto uma assinatura de excelência.

produtos e desenvolvimentos futuros

Excelência, particularidade e individualidade são as caraterísticas que definem os vinhos da Adega CARTUXA e são também estes valores que levaram a Fundação Eugénio de Almeida a apostar em dois novos produtos singulares, seculares e tradicionais da cultura alentejana – os vinhos de talha. A vontade de fazer vinho de talha era já um desejo antigo na Fundação Eugénio de Almeida, contudo, não foi fácil encontrar talhas antigas, de grande dimensão e em excelente estado de conservação. A oportunidade surgiu apenas em 2017, quando, finalmente, a Fundação encontra e adquire 29 talhas centenárias, datadas de 1875. Terminado o seu processo de recuperar e de pezgar as talhas - ou seja, colocar o pez no seu interior, garantindo que estas mantêm a porosidade necessária para haver micro-oxigenação -, iniciou-se o processo de produção de vinho como (quase) se fazia há cerca de 2000 anos no Alentejo. A Adega CARTUXA retoma deste modo e orgulhosamente, a tradicional produção de vinho alentejano: vindima manual, pisa a pé, colocação das massas nas talhas onde permanecem até ao dia de São Martinho - altura em que se faz a sangria das talhas. De seguida, o vinho regressa às talhas, onde estagia durante seis meses até ser feito o lote final. Posteriormente é engarrafado, estagia em garrafa e finalmente está pronto para ser consumido.

Foi assim que nasceu o CARTUXA Talha Biológico Tinto 2017, elaborado 100% com a casta Alicante Bouschet, uma casta presente há muitos anos no Alentejo e que, por dar aos vinhos um grande carácter, transmite a este vinho uma “rusticidade” elegante. Produzido com as uvas da vindima de 2017, este vinho é constituído por um lote único, resultante de um blend de todas as talhas.

Hoje, já é possível encontrar no mercado as novas referências da Adega CARTUXA, provenientes dos talhões de vinha da Quinta de Valbom, em Évora, onde a vinha é conduzida em modo de produção biológico, há 15 anos.

mercado

Com uma estratégia de diferenciação pela sua qualidade e valor, transversal aos mercados nacionais e internacionais, a Adega CARTUXA orgulha-se de ser um reconhecido embaixador dos vinhos e azeites de qualidade do Alentejo e de Portugal.

Com crescimentos sustentáveis, ano após ano, a Marca tem sido capaz de, com cada garrafa de vinho ou de azeite comercializado, em Portugal e noutros países do mundo, criar riqueza, acrescentar valor e libertar os meios para assegurar o trabalho que diariamente é desenvolvido no campo das artes e da cultura, da educação e do património, dos serviços educativos e sociais, da solidariedade e do voluntariado.

COMUNICAÇÃO

O Enoturismo e Enoteca CARTUXA são um forte exemplo de afirmação da Marca no quotidiano dos seus consumidores. Contudo, a comunicação da Marca CARTUXA vai muito para além destes espaços. Com fortes raízes na tradição e ainda assim consciente das constantes transformações da atualidade, a Fundação Eugénio de Almeida reinventa--se constantemente. Desde os rótulos, às embalagens, das redes sociais ao website, tudo é alvo de uma análise diária e de uma reflexão profunda para melhor alcançar os seus objetivos. Destes, há a destacar a Marca EA, que é já uma reconhecida referência no que às suas campanhas diz respeito. É, aliás, através desta Marca que a Adega CARTUXA sublinha o seu empenho na promoção das artes e da cultura - com os festivais EALIVE, que vão já para a sua 3.ª edição e que tiveram início em 2016, aquando do convite feito pela Fundação a cinco artistas para provarem e traduzirem o vinho EA, da CARTUXA, em arte.

E porque este ano não poderia ser exceção, vocacionada para um target mais jovem e urbano, a Adega CARTUXA lançou no mercado a campanha rEAction. Esta campanha é um estímulo à criação que, fiel ao lema “A inspiração bebe-se”, acrescenta: EA não se auto elogia, convida as pessoas a fazê-lo. Conceptual, sintética e expressiva, rEAction desdobra-se no tempo, apropriando-
-se dos espaços onde é implementada, desafiando os consumidores a reagirem, a saírem da sua zona de conforto para, também eles, se envolverem no processo de criação.

vantagens competitivas

É na terra, na natureza dos solos alentejanos, que a Fundação Eugénio de Almeida alicerça a força que confere qualidade e excelência aos seus vinhos.  As vinhas da Fundação constituem um património valioso, meticulosamente construído com base em critérios exigentes relativos à natureza do solo, ao relevo e à exposição solar.

A exploração vitivinícola iniciada em meados do séc. XIX e enraizada no projeto de vida da família Eugénio de Almeida, veio a tornar-se fundamental na identidade da Fundação que dispõe atualmente de quase 600 hectares de área de cultivo próprio, com vinhas em permanente processo de renovação e reconversão, criteriosa e tecnicamente fundamentado e executado.

Em nome da preservação ambiental, da sustentabilidade e da qualidade da vinha, os tratamentos químicos têm vindo progressivamente a ser excluídos, transformando já cerca de 200 hectares de vinha em regime biodinâmico, obrigando a uma vigilância mais cuidadosa e sistemática da saúde de cada planta, protegendo as suas características naturais.

CARTUXA
sabia que?

A Fundação Eugénio de Almeida é, hoje, a concretização do sonho de um homem profundamente humanista, mecenático e filantrópico - Vasco Maria Eugénio de Almeida -, que, em 1963, a instituiu e dotou dos meios necessários para concretizar a sua nobre missão: fazer mais pelas pessoas, para mais pessoas.

No site www.cartuxa.pt é agora possível marcar uma visita ao Enoturismo CARTUXA, com maior facilidade e em quatro línguas distintas. Basta selecionar uma das várias atividades que existem e ir conhecer, saborear e comprovar a história desta grande Marca de Excelência.

Em 2018, a Fundação Eugénio de Almeida - Adega CARTUXA retomou a produção do Vinho de Talha.

Conselho Executivo da Fundação Eugénio de Almeida
Conselho Executivo da Fundação Eugénio de Almeida

Conselho Executivo da Fundação Eugénio de Almeida

contactos

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.