NELSOND

Edições

VISTA ALEGRE

2015

Insígnia de apelo universal, a VISTA ALEGRE regista um índice de notoriedade espontânea superior a 98%, reafirmando a cada ano este nível de reconhecimento junto de consumidores e especialistas. Algo só possível através de um contínuo investimento no design de referência e na qualidade de fabrico, aliado a uma política de expansão a novos mercados. Sendo escolhida por um público cada vez mais diversificado, a VISTA ALEGRE disponibiliza uma oferta crescente de artigos de “tableware”, “hotelware” e “giftware”, nos segmentos da porcelana, vidro e cristal de alta qualidade, consolidando-se como um exemplo de inovação e vitalidade num mercado global e altamente concorrencial.

VISTA ALEGRE
valores da marca

Em 1824, José Ferreira Pinto Basto, político, mecenas e homem de grande visão, funda, perto da vila de Ílhavo e junto à Ria de Aveiro, a Fábrica de Porcelanas VISTA ALEGRE. No correr da sua história, a VISTA ALEGRE, que se mantém até hoje intimamente ligada à sociedade e à vida cultural portuguesas, alcançou um lugar exclusivo no consciente coletivo nacional e um prestígio único a nível internacional.

Tendo por valores estruturais o rigor, a sofisticação, a inovação e a polivalência, aliando tradição e modernidade, a Marca evolui em harmonia com a cultura do seu tempo. Os produtos em porcelana, cristal e vidro da VISTA ALEGRE constituem-se como exemplos de contemporaneidade no design e são fabricados de acordo com os mais elevados padrões de qualidade, assegurando uma perceção de qualidade e singularidade estética junto de consumidores e especialistas por todo o mundo.

VISTA ALEGRE
sabia que?

Os serviços VISTA ALEGRE são usados oficialmente pela Presidência da República Portuguesa, pela Presidência da República Federativa do Brasil, na Casa Branca e em diversas Casas Reais europeias, incluindo a britânica, a espanhola e a holandesa.

As peças da VISTA ALEGRE converteram-se, ao longo dos anos, em antiguidades de grande valor, constituindo excelentes opções de investimento. Por exemplo, um casal de perdizes adquirido em 1970 por cerca de 10.000 escudos (49,88€) foi vendido em 2007 por 21.000€. Em 37 anos, o valor da peça multiplicou-se 420 vezes, tendo gerado uma taxa de rentabilidade média anual de 17,7 %.

O museu da VISTA ALEGRE e todo o largo adjacente, onde se incluem a capela, o teatro e o palácio, foram totalmente remodelados. Em finais de 2015 foi inaugurada uma nova área turística no icónico parque da VISTA ALEGRE, que abrange a capela do século XVII, restaurada, o teatro, o renovado museu – um dos maiores museus de porcelana do mundo –, três lojas, diversos espaços de lazer e um inovador hotel de cinco estrelas.

NUNO BARRA
NUNO BARRA

Administrador

contactos

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.